«Rabos de Palha» Patracolenses

by barbeirodapatracola


sto tiagoPelos relatos que temos lido e ouvido acerca da última Assembleia Municipal de Fevereiro de 2015, o ambiente entre kumunistas e a oposição está de «cortar à faca».

Um dos momentos mais tensos da noite foi quando o Santo Tiago (que de Santo não tem nada) da coligação Todos pela Patracola, terá referido que havia quem tivesse «rabos de palha», por causa do Partido Kumunista da Patracola ter rejeitado uma proposta de auditoria para se descobrir os responsáveis pela marosca de terem desaparecido propriedades deixadas em testamento aos patracolenses pelo Zé Relvas ou pelo Álvaro Simões.

Aqui na barbearia temos algumas observações a fazer:

– A 1ª é que o Santo Tiago passa tempo a mais a olhar para as estrelas e tempo a menos a falar com os patracolenses. Ó pancona, mas estavas à espera que os kamaradas aprovassem uma auditoria para se entalarem a eles mesmos? Isso parece-me muita ingenuidade politica ou cá para mim deves é andar à rasca com medo que te ocupem essa amostra de Quinta dos Barriguitas. Isso de desaparecerem propriedades por culpa dos comunistas é coisa banal, que toda a gente sabe disso e ninguém o desmente. Que o digam os antigos proprietários do Mouchão do Chinês, da Bruxedo Lima, etc.

– A 2ª é que te ponhas a pau com essas insinuações que qualquer dia tens o Quebra-Cús do partido a fazer-te uma espera à entrada de casa. Há quem diga que por menos do que isso, incendiaram o carro do Espírito Santo. É que como toda a gente sabe, os kumunas nunca foram muito à bola com Santos, à exceção dos santos kumunas, como o caso do Santo Kunhal ou do Santo Stálin…

Anúncios