Toma lá, vai pró karalho

by barbeirodapatracola


Andava o patracolense José Freitas a tirar umas fotografias pela Albufeira da Patracola quando o tratorista da Câmara que estava a fazer sabe-se lá o quê, se apercebeu e levantando o dedo do meio e mandou-o pró karalho.

Aqui está o resultado dos bons exemplos que dão aos funcionários. Quando é o próprio Presidente da Câmara que manda os vereadores da oposição pró karalho, o que vem a seguir é o que se vê.

Qualquer dia, na Patracola, o karalho vai andar na boca de toda a gente:

  • Chegamos à Pastelaria Laura e pedimos: «bom dia e pró karalho, queria uma bica e um pastel de nata, se faz favor»
  • Vamos à Agrizone comprar um saco de sementes de nabo e comentamos com a menina da caixa: «estes nabos vão crescer como o karalho»
  • Vamos ao centro de saúde e dizemos: «Sr. Dr. Helder, ando com umas dores no karalho desde que fui na semana passada à kikas»
  • Vamos à Fernandita comprar cuecas e em vez de perguntarmos por cuecas de tamanho pequeno, perguntamos «Bom dia Fernandita, tens cuecas para homens com karalhos pequenos?»

Qualquer dia até a Ana Tendeiro começa a fazer karalhos em vez de S’ de Amendoa ou ferraduras.

12038038_10205159955659502_233948931119116931_n

12003284_10205159955579500_6163777280916686419_n

Assim vai a Patracola.

Anúncios