Barbeiro da Patracola

afiam-se as navalhas e penteiam-se os pintelhos sem tabús. Qualquer semelhança com a realidade é uma triste coincidência

Month: Junho, 2016

Jovens beldades na Patacona da Patracola

by barbeirodapatracola

Exp 018Eu já andava desconfiado do meu primo ter deixado de aparecer  no Clube do Milhafre pela tardinha como era seu hábito. Ainda pensei que tivesse adoecido pelo que fui a casa dele saber o que teria acontecido. Apareceu-me a prima ao portão com os olhos em lágrimas pelo que temi logo o pior. Mas o que ela me disse logo de seguida fez-me ficar completamente aparvalhado: –  Primo, ele agora anda atrás das canitas.

Lembrei-me logo de uma história antiga da Patracola em que um velhadas ensinava as canitas a tocar pifaro.

Primo, vai atrás dele e por favor conversa com ele. Ele que pense na netinha e da vergonha que é se as pessoas descobrem. Ele agora vai todas as tardes para a Patacona.  E à noite nem come porque vai para a internet ver filmes com mulheres despidas com outros homens.

Como gosto muito da minha prima, fiz-lhe a vontade. Ontem fui atrás dele, e fui encontrar a mota encostada à maracha do Tejo. Fui dar com o meu vizinho escondido nos Salgueiros a mirar um grupo de jovens patracolenses com bonitos biquínis e algumas até de mamas ao léu. Afinal não eram assim tão canitas. Todas elas acima dos 20 anos pelo que de ingénuas já não têm nada.

À vinda para a Patracola cruzei-me com um grupo de rapazes que certamente iam ao encontro delas. Ai que pena de não ser jovem como eles. Não escapava nenhum naco de febra daquelas.

Hoje, já não vai apenas o meu vizinho Pedro. Vou eu e o resto da Rua da Patracola. Só espero que existam sombras para tantos mirones.

Nota da barbearia: Texto recebido de um outro cinquentão reformado que deve andar com falta de pipi. Só assim se explica que vá espreitar pitas com idade de serem suas netas. E ainda é parvo o suficiente para pedir para publicarmos isto. Não nos responsabilizamos pelos engarrafamentos que possam existir hoje na Patacona.

Anúncios

O telefone vermelho da Câmara de Alpiarça

by barbeirodapatracola

Quem consultar os contactos da Câmara Municipal de Alpiarça, esqueça o contacto da linha verde. Isso são coisas do antigamente, quando o Rosa do Céu ainda era Presidente.cma

 

Ligando para o 800 202 868 conforme descrito na página da autarquia, atende uma gravação dizendo que o numero não está mais atribuído.

Agora se quiserem telefonar para a Câmara, têm que pagar. A única alternativa é ligarem para o numero vermelho do partido e pedirem para passarem a chamada para a Câmara…

red phone

 

A grande sesta comunista na Patracola

by barbeirodapatracola

20141108234355_78675866Ao camarada Kim Jong-Pereira*, lacaio do Meia-Leca Osóriov*,

Ontem, vinha eu da minha caminhada quando me apercebo que tinha as pernas cheias de carraças. Lembrei-me logo do Parque de Campismo cheio destes inúteis bichos a atacar os campistas, mas depois lembrei-me que aquilo está ás moscas. Moscas ervas e carraças. Eis o nosso cartão de visita campista. Mais valia fazerem lá uma mini-festa do Avante. Punham lá o camarada Saúlov* a controlar as entradas, o Ricardo Mémé* com uma banca de livros, a Kasimira* a cantar musica popular da ex-URSS e os putos da JCP a enrolarem charros, que os camaradas apareciam lá todos em força para mais uma grande festa do partido.

Hoje, foi dia de testar uma teoria. Fui dar um passeio pelas ruas da Patracola apostada em fazer uma sondagem aos patracolenses sobre a politica local. Comecei a abordar as pessoas que se cruzavam comigo e para minha desilusão nenhuma falava português. Mais uma porra. Temos a Patracola entregue aos romenos. Velhos e romenos… é este o futuro desta terra.

Qualeur dia ainda vamos certamente ser objeto de estudo por parte de algum sociólogo. O tema do estudo poderia ser qualquer coisa como: “O declínio do império patracolense” ou “Esta terra é só para velhos” ou ainda “Cuba no Alentejo é mais desenvolvida que Cuba no Ribatejo”

E pronto, aqui o fica o meu desabafo. Espero que o Barbeiro o publique

*(nomes dos personagens alterados para proteger a identidade dos autarcas de Alpiarça)

Tempos Modernos

by barbeirodapatracola

Ainda vamos ver as esganiçadas do Bloco apresentarem um projeto-lei na Assembleia da Republica para permitirem o casamento entre animais de diferentes espécies, desde que sejam do mesmo sexo.

Opn89